Cavaleiro Andante

9.9.05

Povo Arco-Íris


Pois é, como quase tudo o que é ilha recôndita ou território exótico por esse mundo fora, também a Ilha da Reunião foi descoberta por portugueses, em 1513, a caminho de outras paragens, tendo sido então designada por Ilha de Borbon. Sem população autóctone, conta a lenda que o território foi povoado inicialmente por 14 degredados franceses e 3 mulheres africanas.

Seja como for, actualmente a população da ilha (776,948) é francesa, africana, malaia, indiana malabar e chinesa, resultando numa mistura ímpar de cores, raças e credos, que se auto-intitula, com orgulho, "povo arco-íris". A convivência é, a olho nu, salutar e a integração pacífica.

Mas... na página oficial de promoção da Reunião também se podem ler coisas como esta:

"Le 13 juin 1844, les 54 premiers chinois débarquèrent et sont couverts d’éloges. Plus robustes que les indiens, plus amis du travail et plus disciplinés que les nègres d’Afrique, l’esrit d’ordre et de régularité, le génie pratique qui convient aux affaires, dominent chez eux."
Cavaleiro Andante 11:00 da manhã | 10 comments |

8.9.05

La Fournaise


Quando chegamos à ilha da Reunião, informaram-nos, com alguma preocupação, que se estavam a sentir pequenos sismos devido ao facto do Piton de la Fournaise - vulcão com cerca de 400 mil anos e que, desde 1998, entra em erupção sensivelmente uma vez por ano - estar em actividade.

Eu disse logo à nossa interlocutora que nós estávamos habituados a sismos e a vulcões em stand-by, como forma de a descansar - e de me descansar a mim próprio, para ser sincero.

Depois ela mostrou-me umas fotografias do dito Piton de la Fournaise e eu entrei em pânico. Não senti qualquer sismo durante os três dias em que estive em Saint-Denis, mas fiquei deveras impressionado com a dimensão e a beleza trágica do fenómeno. Somos imensamente pequenos, passe o cliché.
Cavaleiro Andante 12:04 da tarde | 2 comments |