Cavaleiro Andante

3.6.05

Coração e Onglet

Estrasburgo é um enorme e engarrafado cruzamento histórico. Os romanos utilizaram-na como campo militar, os bárbaros chamaram-lhe "Strateburgum" - cidade das estradas - o Sacro Império Romano-Germânico considerou-a cidade livre, o que lhe permitiu assumir um papel muito importante do ponto de vista político e cultural ao longo da Idade Média, até que, em 1681, Luís XIV a anexou a França.

Daí para cá, foi um constante alternar entre o domínio alemão (1870 a 1918 e 1940 a 1944) e o domínio gaulês. Após a II Grande Guerra, e tendo em conta o simbolismo da sua história, Estrasburgo foi escolhida para sede do bem intencionado Conselho da Europa (1949), tornando-se símbolo da reconstrução e da unidade europeias.

Hoje, a capital da Alsácia define-se a si própria como "coração da Europa", e, além do Conselho da Europa, é uma das sedes do Parlamento Europeu, acolhendo igualmente o Provedor de Justiça Europeu e o Sistema de Informações Schengen.

Não havia, realmente, sítio mais indicado para curar a ressaca do "não" francês ao Tratado Constitucional Europeu e preparar (na altura) o mais que provável "nee" holandês.

PS - E já agora, para comer onglet à l'échalote.
Cavaleiro Andante 4:18 da tarde

2 Comments:

A Alsácia sempre foi tão... "direitinha" ;)
Belo "post"! Boa viagem! (para a semana vou rever Viena, depois de quase dez anos... e darei notícias!)

Add a comment